Planalto soube da delação da Odebrecht antes da imprensa

Embora o conteúdo das delações premiadas seja considerado sigiloso - apenas o Ministério Público Federal e os próprios delatores, além de seus advogados, poderiam ter conhecimento do que elas contêm -, o Palácio do Planalto teve acesso bem antes da imprensa às declarações de executivos da Odebrecht que implicavam uma boa parte do primeiro escalão. Dias antes da divulgação, informações sobre o envolvimento de alguns de seus auxiliares diretos já circulavam por Brasília e chegaram ao presidente Michel Temer, além da citação a ele próprio feita por Claudio Melo Filho.

As informações são da coluna de Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo.

Brasil 247

O que achou?

Deixe sua opinião aqui!